terça-feira, 29 de abril de 2014

PRÉDIOS QUE APONTAM PARA O CÉU


Prédios que apontam para o céu

(letra e música: Éwerton Oliveira)


(refrão)
Os prédios que apontam para o ceú
como armas que pressentem o perigo
de toda altivez estão munidos,
os prédios que apontam para o céu.

O homem se prepara e ataca
com armas cada vez mais fortes,
com prédios cada vez maiores,
mais altos, mais largos, com mais tijolos.

Os arsenais se levantam imponentes
e diminuem o que há de mais humano,
e se erguem cada vez mais soberanos
com o intuito de atirar em quem se opõe.

O homem se prepara e ataca
com armas cada vez mais fortes,
com prédios cada vez maiores,
mais altos, mais largos, com mais tijolos.

Quer se defender de sua frágil construção
fazendo castelos que saem do chão
com pontas que atiram
no que limita a ambição
de ser dono do destino
sem causar um arranhão
a não ser naquele que atira,
a não ser naquele que atira.

(repete refrão)

Os prédios que apontam para o céu...

 https://www.youtube.com/watch?v=tLPCf59Qdt8

Nenhum comentário:

Postar um comentário